초록 close

O custo de logística no Brasil é muito alto devido à infra-estrutura de transporte deficiente. Isto tem prejudicado a diâmica da economia brasileira, porque esta depende da produção de commodities, o que contribui, em grande escala, ao superávit na balança comercial brasileira. O governo Lula lançou em 2007, um programa de reforama na infra-estrutura, chamado PAC(Programa de Aceleração do Crescimento), para superar os limites crônicos para o crescimento sustentável. O objetivo do PAC não se limita só aumentar eficiênca produtiva e a redução de desigualdades regionais mas também a integração territorial como um todo. Este artigo aborda ao ponto mais crítico da infra-estrutura de transporte no Brasil, que é estrada de ferro. A estrada de ferro no país não chegou a ser uma infra-estrutura integrada no território, apesar de ter mais de 150 anos da sua história. Isto se deve, ao sistema técnico-econômico global atrelado ao sistema nacional do país, de um lado, e à deficiência estrutural própria, que resultou do processo de implantação do sistema, de outro. Portanto, a integração da estrada de ferro pelo governo Lula pode ser uma reforma complimentar, se acaba por uma integração multimodal de transporte simples. Ou pode ser uma reestruturação revolucionária se conseguir uma nova integração ferroviária que não existia no país ao longo do tempo.